Descubra como aproveitar a luz natural na fotografia

by , 06/03/2019 //

Oi, pessu! Se você já nos conhece e visitou este blog anteriormente, deve saber que nós amamos o mundo da fotografia! Nossa modalidade preferida é o autorretrato, as famosas selfies. Há algum tempo, inclusive, a Dé compartilhou algumas dicas incríveis para tirar a selfie perfeita.

Mas também gostamos de tirar fotos de looks, de nossas casas, bichos e, claro, da nossa firma. Por isso, estamos sempre atrás de novas e diferentes dicas sobre como deixar as fotos mais próximas do profissional possível. Uma dessas formas é aproveitar a iluminação natural proporcionada pelo sol durante o dia

Se assim como nós, você também é um aspirante a fotógrafo e quer aprender a usar essas técnicas para uma melhor composição de suas fotos, confira as dicas que preparamos para vocês abaixo:

Luz direta e luz indireta

Basicamente, a luz natural pode ser usadas de duas formas: direta ou indireta.

Na luz direta, como o próprio nome explica, a luz bate de forma direta no que será fotografado. Assim, entre 90% e 100% da luz são aproveitados.

Na luz indireta, a fonte de iluminação é oculta, fazendo com que a luz seja espalhada por todo o ambiente após ser rebatida por outra superfície. É possível, com a luz indireta, distribuir a luz natural na medida certa.

Mas estas técnicas podem ir muito mais além!

Golden Hour

Traduzida como “Hora Dourada“, a Golden Hour é considerada um dos melhores períodos do dia para a fotografia com luz natural. O resultado consiste em fotos com tons alaranjados e amarelados, que mostram ainda um pouco do tom em que o céu está. Se for um dia limpo, sem nuvens, o azul traz um contraste ainda mais bonito às fotos com efeito gradiente.

Para aproveitar a Golden Hour você precisa tirar as fotos no período de uma hora após o nascer do Sol ou uma hora antes do nascer do Sol.

Veja alguns exemplos de fotos tiradas na Golden Hour:

Reprodução: Chance Kafka
Reprodução: Justin Dolske
Reprodução: Jörg Bergmann
Reprodução: Amine Kayton

Blue Hour

Já a Blue Hour, a “Hora Azul”, resulta em fotos incríveis em tons azulados bastante intensos e profundos. Este efeito natural acontece quando alguns resíduos de raios solares ainda conseguem entrar na atmosfera na Terra, ou seja, quando ainda não há a escuridão total.

O período para conseguir fotografar na Blue Hour também é curto, de 30 a 40 minutos antes do nascer do sol ou depois.

Confira algumas fotos tiradas na Blue Hour:

Reprodução: Phil Dolby
Reprodução: Tambako the Jaguar
Reprodução: Freddy Fehmarn
Reprodução: Falcon Photography

Luz dura e luz suave

Para capturar uma bela foto com a iluminação natural, outra dica é entender o conceito de luz dura e luz suave.

A luz suave pode ser originada de dias nublados, quando as sombras não são ressaltadas e as bordas são delicadas, e também pode ser aquela indireta, que entra por uma janela ou entre as árvores de matas fechadas, não sendo a luz direta do sol.

Já a luz dura provoca sombras e contrastes originados de dias fortemente ensolarados. A luz do sol é tão intensa que torna as sombras fortes e com bordas definidas. A luz dura pode ser aproveitada entre 10h e 16h.

Use e abuse das sombras

As sombras causadas pela luz solar podem atrapalhar uma foto, dependendo de como está a iluminação e a intensidade do sol no dia. Mas um bom fotógrafo sabe como aproveitar essas condições e criar imagens incríveis.

Sombras suaves podem ajudar a modelar o objeto da foto ou ainda destacar suas características ou expressões, no caso de serem fotos de pessoas. Resumindo: use a sua criatividade!

Veja estes exemplos do fotógrafo Alexei Bedniji:

Reprodução: Alexei Bednij
Reprodução: Alexei Bednij

Essas são apenas algumas das inúmeras formas em que você pode aproveitar a iluminação natural na fotografia, o importante é saber observar o ambiente e o objeto da foto e esbanjar criatividade.

Tem alguma dica para compartilhar com a gente? Deixe aqui nos comentários!

Fontes: Lais Schulz, eMania