Esse mês nem havia começado e já começamos a pensar em algo que pudesse trazer um link com um tema recorrente por aqui: casamento. Durante o #casamentobéeri e #casamentoferedé, todos puderam acompanhar cada passo sobre as duas cerimônias em conteúdos quase que diários. E o porquê de abordar esse assunto agora:

“Por que maio é o mês dos casórios? Tudo indica que seja por causa de uma tradição importada dos países do hemisfério norte, onde este é um mês muito importante para os costumes populares. Naquela parte do mundo, a chegada dele é celebrada com muitas flores, em homenagem à natureza que refloresce e à primavera que por lá atinge a plenitude. Ao longo dos séculos, esses elementos foram sendo associados à celebração do amor no casamento”.

A explicação histórica é incrível, né, pessu? Mas para nós, a relação com esse assunto – que nos aproximou de tantas leitoras – é muito mais especial. Foi aí que pensamos: vamos fazer uma série de posts falando sobre isso! Então, nas próximas semanas, lançaremos conteúdos voltados para quem também adora casamento – ou está preparando um.

Para começar beeeem do comecinho mesmo, a proposta dessa primeira postagem é trazer informações a respeito dos diferentes TIPOS de weddings. E podem acreditar, eles são muitos:

 

  • TRADICIONAL 

A maioria dos casamentos brasileiros se encaixa em um molde conhecido no mercado especializado como tradicional, que começa com cerimônia religiosa (na igreja) ou com um juíz. Depois, ele é direcionado para a refeição dos convidados e termina com a festa. Isso não quer dizer que não dê para fazer diferente, pois existem os estilos de cada um – tema do próximo post desta série rs.

 

  • MINI-WEDDING // INTIMISTA

Outra modalidade que cresce cada vez mais aqui no país é o mini-wedding (em português, mini-casamento). Consiste, basicamente, em uma celebração bem intimista, com amigos e familiares próximos, ou seja, um número bem reduzido de convidados. É o tipo de cerimônia para quem quer gastar menos, mas não quer perder a identidade do casal. Dentro desta proposta, tudo é feito em escala menor, inclusive a refeição – que pode ser um coquetel ou um brunch. E a maior vantagem desse tipo é que ele proporciona maior liberdade na escolha de vários itens, principalmente do vestido da noiva.

 

  • TEMÁTICO

Para alguns noivos, existe ainda uma opção pouco explorada: o casamento temático. Escolher um tema que seja comum entre o casal é algo superinteressante e que traz uma singularidade toda especial. Aqui, a ideia é apresentar a marca registrada dos dois. Exemplo: os noivos amam filmes medievais, então optam por uma cerimônia com a estética daquela época. A partir disso, toda a decor, cardápio e trajes também se enquadrarão nesse universo.

 

  • AMERICANO

Os casamentos americanos funcionam um pouco diferente! Tudo acontece no mesmo local: cerimônia, refeição e festa. Em sua maioria, ocorrem de dia e em lugares abertos, como casas, praia ou chácaras – inclusive, o casamento da Dé segue bastante essa linha. Não costumam durar várias horas e as madrinhas se vestem exatamente iguais – assim como os padrinhos.

 

Bom, pessu, esse é só o primeiro post da série! Contem pra gente nos comentários quais são os tipos que mais gostam e apostariam para o casório de vocês e o que mais querem que apareça por aqui sobre esse assunto, OK? :)

Jéssica Aragão
http://tudoorna.com/
Eu sou a Jéssica, tenho 24 anos, paulistana, viciada em montar boards do Pinterest e apaixonada pelo universo da moda, beleza e decor!