Bicicleta Vintage | Reforma Monark Brisa

by , 20/02/2014 //

Monark Brisa

MonarkDaê, pessu!

Batemos umas fotos da minha bici pra mostrar pra vocês.

Nós adoramos antiguidades. Afinal, um objeto novo você encontra com facilidade, já um objeto com mais de 50 anos de idade em perfeitas condições é algo raro, com história e que gera uma sensação de exclusividade e distinção que um objeto novo não vai satisfazer. Sem falar no charme.

Monark brisa

Monark brisa

Eu tenho a minha bike “fitness” (como gosto de chamar) Caloi Andes que uso para me deslocar no dia a dia e fazer grandes distâncias. Mas eu sempre quis uma bike antiga.

Toda hora dava uma olhada em sites procurando a bicicleta ideal, mas nunca encontrava uma que valesse a pena o tempo e o dinheiro investidos para restauração. Por sinal, existe diferenças bem especificas sobre a restauração, recuperação e reforma que explico no final do post. A Dé e o Fer (namo da Dé) conseguiram encontrar uma Monark Brisa para recuperar. Eles passaram por todos os passos trabalhosos e ficou simplesmente linda! (Vamos tirar fotos da bike da Dé em breve). Custou tempo e esforço para encontrar as peças originais e fazer todo o processo. Tem que ter paciência, mas vale a pena!

No meu caso, tive a oportunidade perfeita pra mim! Encontrei uma Monark Brisa dos anos 70 reformada na cor Tiffany. Agora estou me organizando para colocar uns detalhes e mimos pra deixar ela completinha.

Monark brisaManopla de madeira.

Monark brisaMonark Brisa  original da época possuía paralamas dianteiro e traseiro fixados por meio de parafusos e hastes de ferro, possuía também um “garrupeiro” (modo como era chamado na época o suporte traseiro). Eu escolhi não usar o meu  “garrupeiro” .

Monark brisaCestinha

Monark brisaUm selim (banco,assento) feito de ferro coberto de espuma e uma espécie de couro, com uma mola abaixo do banco para diminuir a trepidação ao andar em estradas de chão. 

Monark brisaGuidão modificado.

Bicicletas restauradas, recuperadas e reformadas podem e devem ser usadas. Eu uso muito a minha e amo! Não tem graça se ficar parada no canto pegando poeira.

A Ju bateu as minhas fotos com a bici <3

Monark brisa

Monark brisa

Monark brisa

 

Entenda a diferença:

Reforma: Consiste em deixar a bicicleta pronta para rodar e toda e qualquer adaptação ou utilização de peças modernas é válida e aceita. A pintura pode ser feita com qualquer tipo de tinta em qualquer cor sem restrições.

Recuperação: Exige compromisso com a originalidade e a troca de peças por tecnologias diferentes não é aceita. Se for necessária a substituição de um componente, o novo deve ser de preferência idêntico em tecnologia, forma e acabamento em relação ao original. A pintura deve sempre que possível conservar a cor original.

Restauração: Processo difícil e demorado, pois só são aceitos componentes de época de forma a deixar o objeto idêntico ao original, em tecnologia, forma e acabamento.A pintura deve ser obrigatoriamente a mesma cor original e o mesmo tipo de tinta que se usava no modelo original.

Fonte

 

Gostaram? Quem também ama uma bici antiga?

Qualquer dúvida sobre o assunto pergunte aí nos comentários que a gente responde :)

–♥–

Para nos acompanhar diariamente, não esqueçam de nos seguir pelo INSTAGRAM (@tudoorna)
Josbei! ;* 

  • Pingback: BICICLETA VINTAGE | REFORMA MONARK BRISA 2 - Tudo Orna | Maior blog de Moda de Curitiba – PR | Inspirações, moda, beleza e cinema()

  • Pingback: Praça do Japão | Sporting - Tudo Orna | Maior blog de Moda de Curitiba – PR | Inspirações, moda, beleza e cinema()

  • Dan

    Muito Linda’s as fotos e a bici. Once VC comprou?

  • Bruna Louise

    Aqui no Brasil só reformando as vintage mesmo, porque as novas com carinha retrô são umas pequenas fortunas.
    Estou planejando comprar uma nos EUA e trazer (O que dói é os 150 dólares de bagagem extra da TAM, uuuui!), essa lindeza http://www.walmart.com/ip/26-Huffy-Nel-Lusso-Women-s-Cruiser-Bike-Gloss-Blue/23267962 !

  • Camila

    Amei a bike…
    Também estava a muito tempo atrás desse modelo, até que meu namorado achou uma em um estado deplorável…rsrs…tudo descascada e oxidada e ainda sem guidão, detalhe, pagou super caro!
    Por minha sorte tenho um super amigo que reforma bicicletas e é muito bom nisso, então deixei pra ele a missão de reformar a bike, sem tirar sua originalidade…foi um ano de muito sofrimento, pra achar peças originais, pintar, trocar várias peças, ele até conseguiu colocar 5 marchas pra eu conseguir andar melhor…rsrs
    Quando vi pronta não acreditava…ficou liiiiindaaa!!! Escolhi a cor azul pastel, é meu chodózinho…só falta colocar a cestinha, ainda não coloquei, pois quero uma de vime, e não é fácil de achar…mas estou na luta…rsrsrs
    A única coisa que me incomoda um pouco nela, é que o freio de trás não funciona bem, pelo fato de passar por dentro do cano, dizem que isso é normal na monark, outro problema é o fato dela ser muito pesada, mesmo com a marcha que foi colocada, tenho muito dificuldade em subidas :/
    Você também tem esses problemas com a sua?
    Mas enfim…mesmo com esses poréns, eu adoro esse modelo…é muito lindo e charmoso, valeu cada centavo e esforço…rsrs
    Ha…sou de Curitiba também :D
    Beijos…adoro o blog!!

  • Amanda Amanda Paulo

    Amei o post, amei a magrela e as fotografias <3
    Sou apaixonada por tudo que é antigo, que conta uma história a cada detalhe, sem contar que poder deixa- la com a nossa cara é mais legal ainda, e as bicicletas são maravilhosas! Estou em busca de uma mas tá dificil.